Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

11149336_768630169919968_8876254372435344811_n

Os animais possuem alma, estão em caminhos de evolução.Chico Xavier nos deixou esta linda mensagem sobre nossos irmãos menores, os animais.

Os cães como todos os seres viventes, possuem alma e segundo nosso irmão Chico Xavier, se tratados com respeito, amor e carinho, podem após seu desencarne, ainda permanecer até 4 anos ao lado de quem tanto lhe deu amor. É uma forma de não sofrerem com a separação. Mas eles voltam ter a mesma vitalidade de quando eram filhotes. Quem já perdeu um amigo, fique sabendo que ele continuou ou continua ao seu lado, com a mesma felicidade de sempre!!!
Os animais, diferentemente, do homens, não possuem o tempo da erraticidade (intervalo mais ou menos longo entre uma encarnação e outra). Quando morrem, quase que instantaneamente, sua alma ou energia vital é atraída, magneticamente e por afinidade para mais um processo de encarnação. Dessa forma, de pouquinho em pouquinho, vai progredindo. Devemos lembrar que a lei do progressa é um dos princípios fundamentais da doutrina espírita. A alma de alguns animais podem, a exemplo dos cachorros, retornar rapidamente para seu dono, através de outro que nasça. Mas isso ocorre, somente, por merecimento e mérito nosso. Isso nos leva a entender que assim como nós seres humanos que buscamos a evolução em direção a Jesus, também os animais buscam a evolução em direção à nós. A energia vital que os habita sente as experiências vividas e apreende as sensações que lhes é como as nossas provas e expiações. O resultado é a progressiva evolução entre os reinos animais e as personalidades únicas evidenciadas pelos diferentes animais e suas características. 

Veja um relato bem interessante sobre Chico Xavier e sua cadelinha boneca:

chico e cachorro
Chico Xavier tinha uma cachorra de nome Boneca, que sempre esperava por ele, fazendo grande festa ao avistá-lo. Pulava em seu colo, lambia-lhe o rosto como se o beijasse. O Chico então dizia: – Ah Boneca, estou com muitas pulgas !!!! Imediatamente ela começava a coçar o peito dele com o focinho. Boneca morreu velha e doente. Chico sentiu muito a sua partida. Envolveu-a no mais belo xale que ganhara e enterrou-a no fundo do quintal, não sem antes derramar muitas lágrimas. Um casal de amigos, que a tudo assistiu, na primeira visita de Chico a São Paulo, ofertou-lhe uma cachorrinha idêntica à sua saudosa Boneca. A filhotinha, muito nova ainda, estava envolta num cobertor, e os presentes a pegavam no colo, sem contudo desalinhá-la de sua manta. A cachorrinha recebia afagos de cada um. A conversa corria quando Chico entrou na sala e alguém colocou em seus braços a pequena cachorra. Ela, sentindo-se no colo de Chico, começou a se agitar e a lambê-lo.
– Ah Boneca, estou cheio de pulgas!!! Disse Chico.
A filhotinha começou então a caçar-lhe as pulgas, e parte dos presentes, que conheceram a Boneca, exclamaram:
– Chico, a Boneca está aqui, é a Boneca, Chico!! Emocionados perguntamos como isso poderia acontecer. Chico respondeu:
– Quando nós amamos o nosso animal e dedicamos a ele sentimentos sinceros, ao partir, os espíritos amigos o trazem de volta para que não sintamos sua falta. É, Boneca está aqui, sim, e ela está ensinando a esta filhota os hábitos que me eram agradáveis. Nós seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar. Por isso, quem maltrata um animal vai contra as leis de Deus, porque Suas leis são as leis da preservação da natureza. E, com certeza, quem chuta ou maltrata um animal é alguém que ainda não aprendeu a amar.

Anúncios

565 comentários sobre “Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

  1. Olá, eu estava procurando um lugar para fazer meu breve relato e encontrei este site. É sobre como os nossos animais também têm um papel na Terra. É incrível… estou um pouco em choque até agora…mas é verdade.
    Eu tenho um irmão um ano mais novo, sempre fomos muitos unidos, e há 11 anos, dois meses antes do meu casamento, resolvi comprar uma cachorrinha para fazer companhia pra ele no dia a dia, porque percebi que mesmo sem ter consciência, ele estava sentindo essa mudança. A Nina era uma daschund marronzinha muito fofa, foi amor à primeira vista, muito carinhosa e amorosa. Bom, foi a companhia dele por todos esses anos, acabamos nos distanciando um pouco pela rotina, tenho 2 filhos, não tinha muito tempo etc, mas ela sempre nos uniu de certa forma. Pois bem… há 4 anos meu irmão prestou um concurso público para o mesmo local onde eu trabalho, concursada. Eu já não esperava mais que ele fosse chamado, apesar de sonharmos com isso. Há cerca de dois meses a Nina começou a ficar muito doente, queriam sacrificar mas não deixamos. Há duas semanas ela piorou, apesar do tratamento e muitos cuidados. Numa segunda-feira me deram a notícia: vamos convocar seu irmão. Vocês vão se ver todos os dias. A Nina morreu na terça-feira.
    Bom, não acho que foi coincidência, acredito que seja um plano muito maior de Deus. A Nina esteve ao lado do meu irmão todos os dias, durante esses 11 anos. Hoje ele não precisa de mim pra nada, é um homem feito. Mas a Nina cumpriu o papel dela, para o qual eu a escolhi (ou ela me escolheu?) quando ele era mais novinho, e só posso sentir gratidão. Chorei demais, mas consegui sonhar com ela tão feliz aos lado dos seus irmãozinhos. Hoje estamos todos em paz, emocionados e sentindo uma gratidão eterna.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adotei e amei o meu filhote Elvis com o amor mais puro e sincero q já senti na vida, sabia q era recíproco, tínhamos uma sintonia enorme e no dia 5 de abril último meu BB dormiu p sempre. Tento não ficar triste mas, sinto muito a falta dele, peço a Deus p sonhar com ele mais até hj não consegui. A presença dele é muito forte em minha vida.

    Curtir

    • mas vc pode sim ter sonhado com ele, ter se encontrado com ele muitas vezes durante o desprendimento da alma no sono, e apenas nao lembrar disso quando esta acordada, o q é mto comum acontecer !

      Curtir

  3. Não tenho dúvidas que é encontro de almas. Quando vi minha filha dog pra adoção na internet, não tive dúvidas e viajei 180km para ir adotá-la, e foi uma das melhores coisas que já fiz em minha vida. Nina chegou em minha vida e em pouco menos de 3 anos aconteceram tantas coisas, inclusive um projeto na qual viajamos juntas pelo Brasil. Nunca me imaginei em minha vida viajando com uma cachorra, e hoje não consigo me imaginar sem ela em minha vida. Amor incondicional! @ninadogaventuras

    Curtir

  4. Estou muito triste com a partida da minha gatinha Ágatha ele não tinha nem um problema de saúde simplesmente sumiu no dia 8 no dia 10 achei ela morta descobri que morreu de depressão o mais estranho que fui duas vezes no local que e não achei ela ouvi o choro dela e segui o choro estava morta já fazia mais de 10 horas tenho certeza que ela me chamou pra achar o corpo dela isso e possível? Estou entrando em depressão pela falta dela 😭💔

    Curtir

    • Sentir saudade e chorar, Leonira querida, você pode mas entrar em depressão só vai prejudicar o espírito da Ágatha, porque tudo o que você pensar sobre ela, chega onde ela está com endereço certo. Você não quer que ele fique em depressão também, quer? Assim como você cuidou dela aqui, existem pessoas lá que amam muito os animais e quando chega um novato no pedaço, se candidatam para serem tutor deles até que reencarnem, quem sabe no seu próprio lar, em novo corpinho, com uma nova cara, se Deus permitir, mas você vai saber com certeza que é a Agatha voltando para o segundo tempo nos seus braços. Fique com Deus, irmã, mas se esforce para continuar vivendo confiando no Tempo que tudo restaura e em Deus que não nos desampara.

      Curtir

  5. Maria José Pereira- 20-06- 2019- às 02:55

    Tenho um testemunho muito interessante e curioso. O nosso Joy partiu de repente com doença fulminante, em 48h. Quando ele era pequeno o meu marido sem querer para o afastar começou a abrir a mangueira e sem o magoar, dava-lhe uma molhada e ele ganhou medo à mangueira. Um dia eu estava a regar o jardim e aos poucos comecei a chamá-lo e fazer-lhe festas na cabeça, e dava-lhe um biscoito. E aos poucos comecei a reparar que sempre que eu ia regar ele vinha para a minha beira sentava-se e eu fazia as mesmas caricias, mesmo sem dar qualquer guloseima. E foi assim até ele partir repentinamente. Fomos logo procurar outro cachorro para apaziguar a falta do nosso querido Joy.. Entrou o nosso lindo Exú. Cão exuberante quer em beleza quer em comportamento. Um dia estava a regar o jardim como habitualmente, e para meu espanto sinto o Exú sentado ao meu lado à espera de lhe fazer festas na cabeça. Ainda hoje ao fim de 4 anos me arrepio desse dia. Olhei para ele e disse “És tu meu querido Joy?”. Não sabia…mas agora sei, porque acredito na reencarnação dos animais.

    Curtir

  6. Eu perdi um cachorro há 2 semanas, ele era praticamente meu irmão de 4 patas: o Fofo. Passávamos muito tempo juntos. Ele estava com 13 anos e já sofria com as limitações da idade. Eu não tenho dúvidas de que ele foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida – além da minha maravilhosa família. Tenho certeza que ele cumpriu a missão dele, pois antes dele, minha mãe nem gostava de cachorros/animais, e hoje ama e faz tudo que pode pra ajudar outros bichinhos. Ele trouxe muita alegria para a nossa família. Isso me conforta de uma certa forma. Tento não sofrer por saber que agora ele não enfrenta mais limitações físicas. Eu amei ele todos os dias em que esteve comigo. Abracei, dei carinho, dei comidinha, aqueci ele nos dias frios… E acredito também que ele sabe disso.Que neste lar ele teve a melhor vida que poderia ter tido. Sinto muita falta dele, ainda dói, é recente. Espero que o tempo cure esse buraco que ficou na minha vida, a presença da ausência dele. Eu preciso ser forte para não sofrer muito e não deixar ele triste por eu estar sofrendo sem ele. Aliás eu até estou sendo mais forte do que pensei que seria, sinto que Deus me deu uma força que eu nem sabia que existia em mim, para suportar esses momentos. Por alguns momentos fico pensando que gostaria muito que ele reencarnasse e voltasse pra mim (ficaria muito feliz se acontecesse), mas ao mesmo tempo, sinto que o meu amor não pode ser egoísta e preciso aceitar o plano que lhe foi destinado. No fim só posso me sentir grato por ele ter existido em minha vida.

    Curtir

    • Tomás já passei várias vezes pela mesma situação. Como disse e muito bem, ele cumpriu a missão dele, e onde ele estiver ficará muito orgulhoso do seu dono. Sabe o que ele vai querer? É que esse amor que deu ao seu Fofo, continue a dar a outro amigo patudo que estará alguns à sua espera. Aí sim o seu Fofo ficará muito feliz, por si e por o novo amiguinho que continuará a partilhar a sua caminhada, neste espaço terreno. Faça isso…procure um novo amigo que dará muitas alegrias à família e o Fofo ficará muito feliz por si. Boa sorte amigo Tomás. Dê notícias..ok? Bjs

      Curtir

    • “A melhor forma de homenagear quem partiu e só deixou saudade é amparar quem chega e só encontra lágrimas”. Por isso, amigo, não aposente seu amor por ele, transfira-o para outro ser tão carente quanto ele um dia foi. Não feche a porta do seu coração, quem sabe ele volta para ocupar a mesma vaga que deixou ou quem sabe o inspire para que você saiba quem será o próximo a merecer sua dedicação e amizade. Que Deus o abençoe e ampare seu querido amigo. Missão cumprida.

      Curtir

  7. Eu tinha uma chinchila, o nome dele era Thomas, o amei como meu filho. Há mais ou menos um mês atrás, ele começou a ficar doentinho, fiz tudo o que pude, mas no dia 03/07 agora ele morreu. Estamos sofrendo muito, ele era nosso bebê e interagia como um cachorrinho. Espero que ele sinta todo o amor que tivemos por ele. Minha vida era muito melhor quando ele estava por aqui. Estou tentando superar, ainda é muito recente, mas oro para ele estar feliz e com saúde como era antes e que se realmente reencarnar tenho um amor e um cuidado imenso assim como tivemos por ele.

    Curtir

  8. Dia 03 de junho, próximo passado, levamos nossa querida, florzinha, a poodle, Julieta, para eutanasiar. Mesmo sem conseguir andar, com dores,as pernas e cardiopata, ela queria continuar conosco. Sinto-me uma criminosa, cheia de saudades da minha florzinha querida.

    Curtir

    • Ana Thereza Leite, entendo perfeitamente o que sente. Já passei algumas vezes por essa situação dolorosa. Mas uma coisa lhe peço, não sinta uma criminosa, porque a sua atitude para a Julieta foi dar-lhe a possibilidade de partir em paz e deixar de sofrer. A isso se chama, deixar o egoísmo de lado, ao querer ela mais tempo do seu lado, mesmo sabendo que ela estava sofrendo. Dói muito mesmo, mas tendo conhecimento da reencarnação nos animais, tudo pode ficar mais fácil. A Julieta tinha uma idade que foi um privilégio tê-la tanto tempo ao seu lado. Estava na hora de acabar com o sofrimento dela. Foi uma heroína e não uma criminosa. Toca a arranjar outra “Julieta” para continuar com esse amor e assim a Julieta ficará mais feliz por ver a sua querida dona a fazer um novo ser acarinhado como foi com ela. Boa sorte. Dê noticias.

      Curtir

  9. Boa noite, poxa que bom que encontrei esse site. Tava justamente procurando informações sobre desencarne de animais. Acabei de perder meu cachorro, um chow chow de grande coração, agora mesmo enquanto escrevo fico lembrando quando olhava dentro de seus olhos e viajava naquela pureza. Ele se foi dia 13/07/19, depois de ficar internado, acabou não resistindo já tava cansado e com 10 anos. Me sinto muito triste, tenho chorado bastante e sinto muito saudade, foram muitas histórias juntos, viagens, passeios, e as vezes só carinho e aconchego. Ainda estou muito abalada, muito mesmo. Engraçado quando postei que ele tinha ido tanta gente veio me confortar com palavras amigas. Fiquei feliz pois não sabia o quanto ele era querido, mesmo por pessoas que nunca tocaram nela. Foi muita emoção, agradeci a todos que se manifestaram e pedi ao nosso Pai que tudo vê que abençoe e tenha misericórdia dessas pessoas também. Enquanto escrevo vou me sentindo mais leve, principalmente em saber que ele pode estar aqui comigo. Quero que ele saiba e sinta-se sempre amado. E que se algum dia eu tiver o merecimento de ter ele comigo novamente, vou me assegurar de fazê-lo tão feliz quanto ele foi agora nesse momento. Desculpem o texto grande mas precisava conversar. Obrigada amigos e muita paz para todos. P.S. Meu filho de 4 anos chorou muito quanto contei mas agora tá mais tranquilo, apesar de esperar que ele volte do “médico”. Ontem mesmo quando subimos para dormir ele disse: Boa noite Lion. Pois era assim que a gente fazia, dava bom dia e boa noite.

    Curtir

  10. Seres queridos não morrem, eles VOLTAM para o lugar de onde vieram porque terminaram seu tempo importante de aprender e ensinar, mas às vezes lhes é permitido retornar para a casa onde foram muito amados, habitando outro corpinho, claro. Todo amor é sagrado e toda saudade também mas é preciso aguardar que o tempo restaure os corações machucados, nosso e deles, a fim de que prossigamos com Deus. Muita Paz.

    Curtir

  11. Fico muito grata e feliz por ter encontrado esse site. Hoje 30/07/19, fazem apenas 3 dias que minha querida gata Duda se foi, para mim ela era minha filha, já que não tenho filhos, então criei com muito carinho, a Duda teve sempre o melhor. Era linda, quando veio em minhas mãos parecia que foi o destino que trouxe, pois fazia exatamente 10 meses que havia perdido o meu gato Lion, depositei todo amor que sentia pelo Lion na Duda, a menina mais linda que eu vi, sem raça definida, mas tinha longos pelos, a causa era toda cheia, toda rajada com os olhos amarelos, tinha hábitos de dormir na casinha dela, gostava de dormir presa, todos os dias no mesmo horario me esperava. Na noite de sábado sonhei que eu deveria vestir uma blusa de gatinhos, no Sabado tomei um banho e vesti, sai para almoçar e quando cheguei em casa. ela estava na cosinha, minha mãe tinha dado ração e ela tinha acabado de comer, então levei para o quarto e dormimos um sono da tarde juntas e eu vestida com a blusa de gatinhos. Para minha tristeza, a Duda acordou se levantou e eu apenas ouvi o miado dela. Fiquei no quarto me arrumando para sair, era aproximadamente 18:30 quando minha mãe chega com o rosto chorando me dizendo da tragedia! Duda havia sido atropelada! Meu mundo acabou, desabou e entrei em panico! Até hoje ainda não me recuperei, não me conformo por que ela se foi tão rápido com apenas 2 anos? por que ela me deixou sem se despedir? Por que Deus não poupou a sua morte? éramos tão felizes, agora meu peito tem um buraco! Espero encontrar respostas um dia e preencher essa dor, dor essa que não para. Eu amo e sempre a amarei, pois de todos os animais que tive, a Duda foi mais que especial. Pedi para Deus para ela voltar, de alguma maneira.

    Curtir

    • Denise, foi por Deus que encontrei seu comentário aqui. Perdi a minha gatinha Athena exatamente desta mesma forma e exatamente um mês depois do seu post – no dia 30 de agosto, agora. Amanhã faz uma semana que atropelaram minha filha de quase 4 aninhos na porta da nossa casa – ela, que era castrada e não dava voltas por aí, só aproveitava nosso jardim e o dos vizinhos do lado. Moramos em condomínio fechado com velocidade controlada e todos os gatos ficam nos jardins. Ainda não estou conformada e passei quatro dias chorando sem parar, sem entender por que isso foi acontecer logo com ela. Eu era muito cuidadosa e só permitia que ela saísse num periodo do dia. Ela ficava fechada em casa a maior parte do tempo. Eu sei que vou amar a Athena pelo resto da vida. Precisamos nos fortalecer, seguir a vida e transferir esse amor a outros animais que precisam do nosso amparo. Se você quiser, podemos conversar e talvez trocar apoio para passar por esta dor.

      Curtir

  12. Graças a Deus encontrei esse site. Alguns depoimentos me consolam. Faz 2 dias que minha Pug Vickie se foi. Foram 6 anos 9 meses e 7 dias de muito carinho recíproco. Eu não sabia que tinha capacidade de amar um serhumaninho como eu a considerava. Meu coração está dilacerado. Em todos os lugares da casa sinto a presença dela. Ela era minha sombra. Ou melhor meu sol. Fez de mim um ser humano melhor. Sua fidelidade e o amor que ela dedicou a mim nunca sairão do meu coração. Tudo que eu pude dedicar a ela de carinho, atenção,
    amor sem fim eu fiz , ela foi a filha que eu não tive. Entretanto ela morreu nos meus braços. Como dói viu. Uma dor muito maior que a dor física é a dor da perda de um ente que amamos com todas as nossas forças. Único consolo que me restou é de que ela (o espírito ) pode ficar perto de mim por uns 4 anos ou reencarnar em outro cachorrinho. Só me resta conviver (não conformar) com essa saudade dolorosa dos lambejos que me eram dedicados diariamente desde o amanhecer ao anoitecer onde ela dormia ao meu lado da cama. Espero que ela volte para mim no corpo de outra cachorrinha para continuarmos nossa convivência de amor, amizade e carinho. Que Deus me dê forcas para aguentar tamanha perda. Obrigado

    Curtir

  13. Me chamo Alexandra! A exatos 7 snos atrás peri meu gato envenenado por uma vizinha, meu mundo caiu. Mais com 3 meses depois eu adotei a Kira, minha filha de 4 patas, tudo que meu gato fazia ela faz, com uma diferença, ela ñ é sociavel com estranhos, sinto há todo momento que quer me protejer.
    Sou muito doente, da matéria com 2 incermidades cruéis e sem cura.
    Ontem dia 17 de agosto por volta das 11 hrs da noite, eu estava chorado e contemplando as estrelas pedindo outra gata p fazer compania pta kira, ontem 17 /08/ 2019. Eu no portão tarde da noite olhando as estrelas senti algo no meu pé, de inicio assustei… mas qndo vi , ali estava a filha que tanto pedi a Deus, roçando nos meus pés faminta e com sede.
    Joguei as bengalas no Chão e chorava feito criança.
    Então eu a acolhi alimentei .
    E agora estou vrlando o soninho dela na minha cama. Deus é bom o tempo todo. O tempo todo Deus é bom.
    Amo Drus em primeiro lugar! Depois os animais , seres evoluidos e sinceros!
    Boa noite
    Obs: a gata tem 2 meses e eu já a amo com toda minha alma

    Curtir

  14. Como é bom compartilhar as historias e sentir pertencentes a elas, representados né. Irei relatar a minha historia de amor. Conheci o amor através da minha gata Linda, ela era minha companhia, desde pequena nunca foi apegada a boemia como a maioria dos gatos, era caseira, gostava de ficar comigo e com minha mãe. Casei e meu marido se apaixonou por gatos através do amor da Linda e nisso temos mais dois filhos (Nick e Jimy). No dia 23/08/2019 parte de mim se desfez com a partida da minha filha, foram 15 anos de muito amor e companheirismo, é difícil chegar em casa e não vê-la e não poder contar com seus carinhos e sua companhia. Ela era uma gata atípica que estava comigo onde eu estava, o lugar preferido dela era onde eu estava e assim eramos muito felizes. Sou muito grata por ter tido essa oportunidade de ter um amor e um carinho tão forte e bonito, mas apesar de ter a certeza que ela vive, ainda dói muito não ter sua presença física aqui do meu lado. Fui agraciada com dois presentes: na noite do dia 24 acordei a noite e vi a sombra dela em cima da minha cama e em pensamento eu falava – Linda vc esta aqui? É vc Linda? Vem cá na mamãe- e ela foi indo para os pés da cama ate que a luz de nossa casa lá fora que é acionada por sensor, refletiu a luminosidade no quarto e ela se desfez, nesse dia senti alivio no meu coração e consegui dormir e acordar sem chorar. Hoje 27/08/2019 acordei com o coração doendo, levei meu marido para trabalhar e deitei de novo querendo dormir, abri a porta para os meus dois gatos e juntos estávamos na cama dormindo, qdo depois de um tempo abri os olhos e vi por um milésimo de segundo a imagem dela tentando subir na cama do mesmo jeito que sempre fazia qdo eu estava deitada. Espero que tenha merecimento em tê la novamente em meus braços para continuarmos nossa evolução aqui na terra, mas quero que ela esteja bem e feliz onde quer que seja sua morada. Bjos a todos que amam verdadeiramente e que deus conforte o coração de todos.

    Curtir

  15. Boa noite irmãos.
    Perdi a minha Cisca, gatinha com 2 anos na passada 3ª feira vitima de Felv +. Estou sem chão! Sou espirita, tenho mais 13 gatinhos, mas nenhum ocupa o lugar dela.
    Foram dois anos sempre em hospital veterinário. Panleucopénia, calicivirus, otites que lhe provocaram surdez, conjuntivites e por fim em junho passado declarou-se Felv+ com anemia brutal. Foram 10 transfusões de sangue que a minha pequenina levou, uma carga de medicação imensa e no fim a morte.
    Fazia passes nela, evangelho no lar 2 vezes ao dia junto dela, preces pedindo a Deus que a deixasse ficar comigo.
    Estou muito triste, desolada e aqui em Portugal não temos informação sobre animais desencarnados. Tenho muito amor por ela, adorava tê-la de volta mas acho que não iria conseguir reconhecê-la. Noutro corpo é muito difícil saber. Não sei o que fazer nem o que pensar!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s