O despertar espiritual

despertar

Muito se fala sobre a religiosidade e a espiritualidade das pessoas como meio de transição de uma vida mundana e material para uma vida espiritual e eterna. Mas será que estamos mesmo deixando as ondas do despertar espiritual nos elevarem? será que não estamos perdendo oportunidades de crescimento devido a nossa arrogância e indisciplina no bem?

“amar a Deus sobre todas as cosias e o teu próximo como a ti mesmo”

Jesus.

Com essas palavras que quero iniciar este pequeno texto reflexivo. Amar a Deus, como bem sabemos, é respeitar suas leis perfeitas. É ter a gratidão diante de sua grandiosidade expressada através de atitudes no bem. Deus nos criou simples e ignorantes para que pudéssemos buscar a perfeição. De primeira vista soa um pouco pretensioso demais? sim, mas perceba o quanto esse ser de infinita sabedoria e inteligencia é benevolente conosco: a fim de alcançarmos essa perfeição, ele nos ajuda a cada momento, seja com sua paciência e indulgência para quando erramos e seja como auxiliar de infinita misericórdia quando nos manda “sinais” ou ajudas externas para que possamos concluir nossa missão de evolução.

Por meio disto, ainda assim, vemos pessoas que parecem estar completamente apagadas para a realidade da vida espiritual e da necessidade de agir no bem. Este fato é uma das consequências do mau uso do livre-arbítrio. Enquanto a terra passa por incontáveis mudanças físicas e espirituais, esses espíritos que fecham os olhos pro progresso estão tendo a chance de observa-lo através da boa ação dos espíritos voltados para o bem comum.

E pensando nisso, somos espíritos voltados para o bem comum? A reflexão é valida pois estamos em momentos de decisão espiritual, onde não podemos mais ficar em cima do muro. O não praticar do bem já é o favorecimento do mal!

Não devemos perder a oportunidade de melhorar e de ajudar! A cada situação de espiação do irmão que sofre existe uma oportunidade de trabalho no bem para nós! O sofredor de hoje pode ser o amigo de amanhã que caminhará ao nosso lado rumo à perfeição. Em contra partida o bem que fizermos aos infelizes se torna remédio para a alma deles e para a nossa própria alma, ainda manchada de erros pretéritos.

Muito diferente do que se imagina, o despertar espiritual não é um momento no cosmos e sim um período eterno. O despertar espiritual é cada aprendizado, cada amigo, cada lagrima vertida em sorriso, cada gesto de caridade aplicado com sentimentos mais puros de verdadeira humildade.

A nossa inteligencia deve ser voltada para o bem e ao progresso da humanidade. Não mais precisamos de lutas indignas que mancham nossas almas. O irmão diferente não mais deve ser visto como imperfeito mas sim como um ser perfeito em criação. Somos todos uma parte desse enorme oceano da criação, todos somos espíritos perfeitos em processo de criação. Cada dia de nossa existência é uma aula, um aprendizado, uma renovação rumo ao infinito!

Que nosso despertar espiritual, mais do que palavras, possa ser expresso em AÇÃO, em caridade e em verdadeira fé cristã. O cristo não nos pediu muito, apenas que nos amemos e por que relutamos tanto em nos amar? Quando romperemos as amarras do orgulho e do egoísmo em vista de uma renovação do pensamento íntimo? A paz há de reinar na terra no momento em que a ultima lágrima for secada pelos irmãos e a ultima dor aliviada pelo aprendizado. Até lá, busquemos o sofrer com resignação, o ajudar com humildade e o aprender com alegria.

Muita paz a todos!

Um comentário sobre “O despertar espiritual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s