Os 10 mandamentos à luz do espiritismo

monumento_lei01

Os dez mandamentos são a primeira impressão histórica do Deus único que se tem noticias. Foi recebido através da mediunidade de moisés segundo a crença espírita e contém uma síntese razoável sobre toda a conduta moral que um homem de bem deve ter. Iremos estudar cada mandamento através do olhar e da interpretação espírita.

Os dez mandamentos juntamente com as leis moisaicas foram necessários para domar um povo ainda com resquícios de barbárie que haviam naquele povo simples de espíritos jovens ainda sem o devido conhecimento para compreender com mais profundidade as questões divinas.

I. Eu sou o Senhor, vosso Deus, que vos tirei do Egito, da casa da servidão. Não tereis, diante de mim, outros deuses estrangeiros. – Não fareis imagem esculpida, nem figura alguma do que está em cima do céu, nem embaixo na Terra, nem do que quer que esteja nas águas sob a terra. Não os adorareis e não lhes prestareis culto soberano

O primeiro mandamento nos trás um ponto importante. À época de moisés o culto às imagens e o resquício cultural egípcio era notável no povo hebreu. O povo de moisés fora designado como o povo que levaria a frente a crença no Deus único. Tal movimento era necessário para que os homens fossem pouco a pouco desapegando-se de tradições passadas que não mais lhes serviam. Enquanto no deserto em sua peregrinação houveram muitas imagens adoradas pelo povo de moisés. Para que terminassem estes laços com um passado de ignorância o primeiro mandamento trás uma imperatividade a alma simples do homem. A de adorar somente a Deus e não a “coisas”.

II. Não pronunciareis em vão o nome do Senhor, vosso Deus.

O segundo mandamento se deve ao fato de àquela época as pessoas misturarem muito comumente Deus com as coisas materiais. Por qualquer motivo torpe era pronunciado o nome de Deus como uma evocação. Sabemos com o advento do espiritismo que aqueles que usam a divindade para meios fúteis ou mesquinhos somente atraem espíritos menos elevados que buscam o prazer da gozação com a crença infantil dos outros. Por isso o segundo mandamento nos faz lembrar de que a Deus deixemos somente as situações que tenham valor real divino.

III. Lembrai-vos de santificar o dia do sábado.

Esta passagem indica a ideia de se guardar um dia da semana para a alma. Tomando-se ao pé da letra parece estranha, mas analisando de forma mais profunda entende-se que a ideia era a de se separar um tempo que seja da sua semana, ou seja do seu tempo vivido, para cuidar da alma, adorar a Deus e trabalhar em prol de sua obra.

IV. Honrai a vosso pai e a vossa mãe, a fim de viverdes longo tempo na terra que o Senhor vosso Deus vos dará.

Esta passagem também se explica no evangelho segundo o espiritismo como a lei de gratidão. Ser grato aos pais é mostrar humildade diante das criaturas que nos acolheram com todo amor e carinho e nos proporcionaram o seio familiar para que desenvolvêssemos nossas aptidões e nossas habilidades de forma perfeita. Ser grato aos pais é algo agradável aos olhos de Deus.

V. Não mateis.

Dispensando comentários. Nítida e mais clara possível este mandamento nos relembra que tirar a vida de um irmão é algo que não cabe a nenhum de nós em momento algum.

VI. Não cometais adultério.

O adultério já foi abordado em alguns posts do blog  como : Sexo à luz da Espiritualidade e vale a pena ser lida. em resumo é importante que a energia sexual não seja mal empregada, levando assim à toda sorte de vícios maléficos para a alma.

VII. Não roubeis.

O roubo é o uso do mal para obter de forma ilícita algo que não lhe pertence. É tão fora da lei de Deus como qualquer atitude errônea da humanidade e deve ser evitado a todo custo a fim de não sofrermos das consequências de nossos próprios atos.

VIII. Não presteis testemunho falso contra o vosso próximo.

Ah, a maledicência! Um ato tão comum do nosso cotidiano que quase nos passa desapercebido. Quantos não fazem uma fofoca? um boato que se ouviu falar e se conta aos amigos e parentes? cuidado! a maledicência é grande atrativo a espíritos menos esclarecidos que estão com todo afinco em criar situações embaraçosas e em casos extremos obsessões cruéis. Devemos evitar, como verdadeiros cristãos, a maledicência a todo custo.

IX. Não desejeis a mulher do vosso próximo.

Aqui restringe-se a mulher mas podemos levar isso ao patamar geral de não desejeis o que a outro pertence ou a outro estima. Seja mulher, marido, objeto, sentimento,etc. Cada um tem aquilo que plantou e colheu e seria de extremo mau gosto retirar de outro os frutos que seu trabalho lhe proporcionou.

X. Não cobiceis a casa do vosso próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu asno, nem qualquer das coisas que lhe pertençam.

O mesmo de sempre: a inveja, a cobiça, a maldade de criar situações a fim de ter ou ser quem não é. Devemos evitar qualquer sentimento menos digno em nossos corações a fim de evitarmos ser pegos pela cobiça e a inveja.

É sem duvida a melhor introdução a qualquer crença os dez mandamentos. Com eles temos um resumo muito fiel aos mandamentos da lei de Deus e do seu amor infinito por nós. Lembremo-nos sempre destes mandamentos como perfeito guia para qualquer crença no planeta terra. Interpreta-los com amor e compreensão é necessário para melhor vivermos conforme a vontade perfeita de Deus. Muita paz!

Anúncios

7 comentários sobre “Os 10 mandamentos à luz do espiritismo

  1. Quanto ao item V – NÃO MATEIS… – Leiam em Êxodus, o que queria fazer o “Senhor”, quando notou que fizeram o bezerro de ouro e o que chegou realizar, em termos de matança, o Moisés, após descer do Monte.
    Para mim, pura contradição. Quem seria aquele “Senhor” que manda “consumir” com aquele povo (termos diferem para cada editora da Bíblia)… Moisés, ainda “abrandou ou aplacou” o coração do Senhor… Depois que desceu, notou que era verdade a existência do bezerro de ouro. Resultado: foram mortos 30.000 ou 23.000 ou 3.000… (cada editora da Bíblia, coloca números diferentes)… para atender a ira do “Senhor” – (loucura).
    Muito diferente do Novo Testamento, o Deus ou o Senhor que Jesus apresenta. Puro amor…
    Conclusão: Deus que, para a Doutrina Espírita, é imutável, ficou diferente no período de Jesus…MUITA CONTRADIÇÃO. PRECISAMOS TOMAR CUIDADO COM ALGUNS TEXTOS DA BÍBLIA.

    Curtir

  2. Que eu saiba, Jesus não deixou siquer uma palavra por escrito, jamais disse ser praticante de qualquer religião da época em que esteve entre nos.
    Ai se pergunta, na época em que foi composto os textos no livro sagrado, eles não tenham sofrido modificações, seguindo aquele velho ditado: cada um puxa a brasa para a sua sardinha ?

    Curtir

    • Lione, obrigado pela participação! Sobre seu questionamento, sim houveram certas modificações, principalmente algumas cosias se perderam na tradução porém o esqueleto dos 10 mandamentos continuou intacto. algumas palavras de Jesus certos historiadores mostram que pelos estudos linguísticos poderiam significar outra coisa visto que à época existiam apenas 20 adjetivos na lingua aramaica e hj em dia temos centenas… são coisas que com o estudo podemos verificar mas falando sobre os 10 mandamentos o próprio livro dos espíritos nos diz que são a base para uma sociedade justa. portanto cremos que eles tenham mantido seu significado mais ou menos semelhante ao que foi proposto.

      Curtir

  3. Obrigado amigo Felipe Gama. Seus esclarecimentos dissiparam possíveis
    duvidas.
    Vamos batalhar na recomendação de Jesus: Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a ti mesmo.

    Curtir

    • sem duvidas meu amigo, estamos juntos para aprender juntos e assim fazer o melhor possível para evoluirmos! existem vídeos interessantes no youtube com relação a essa sua colocação dos problemas de tradução que a bíblia sofreu, vale a pena depois dar uma pesquisada. grande abraço, muita paz!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s