Maternidade e espiritualidade – Mensagem de dia das mães

dia-das-maes

“O amor de mãe é o amor mais puro e sublime da terra”. Quantas vezes ouvimos isso durante nossa vida encarnados? e porque?

Bem sabemos que a maternidade faz com que os seres humanos do sexo feminino tenham uma ligação profunda com um espírito que encarna. Esta ligação causa até mesmo espanto em certos casos em que vemos a lição do amor incondicional de que uma pessoa pode ter ao seu filho.

De modo geral, as mães tem uma ligação tão forte com seus filhos que parecem muitas das vezes serem as únicas pessoas que os entendem, compreendem e amam sem nenhum tipo de necessidade de retorno.

Espiritualmente, a provação da maternidade é a chance do espírito de colocar em prova todo o seu amor por outro espírito que lhe será confiado por Deus por um período de vida. Na maternidade vemos diferenças contagiantes no espírito. Isso se deve ao fato de a ligação entre o feto e a mãe se dar inclusive antes da concepção.

Muitas das vezes reúnem-se os espíritos da mãe e do filho, para se programarem juntos a nova provação terrena. Naturalmente são simpáticos estes espíritos, porém isso não é uma regra e tais exceções explicam as relações conturbadas que vemos as vezes entre mães e filhos. De fato, a maternidade não é uma provação simples de se cumprir. Como toda vicissitude da vida material, tem as suas dificuldades e seus sacrifícios.

Porém, Entendemos que os louros da vitória na maternidade são inexplicáveis para aqueles que não passaram por esta provação na vida atual. Somente que é mãe sabe exatamente os desafios e as bênçãos que tal prova pode proporcionar.

Sobre o amor materno o livro dos espíritos nos trás na pergunta 890 uma noção sublime da diferença entre ser genitora, como nos animais, e ser mãe. Muito mais que um instinto, um sentimento:

890. Será uma virtude o amor materno, ou um sentimento instintivo, comum aos homens e aos animais?

Uma e outra coisa. A natureza deu à mãe o amor a seus filhos no interesse da conservação deles. No animal, porém, esse amor se limita às necessidades materiais; cessa quando desnecessário se tornam os cuidados. No homem, persiste pela vida inteira e comporta um devotamento e uma abnegação que são virtudes. Sobrevive mesmo à morte e acompanha o filho até no além-túmulo. Bem vedes que há nele coisa diversa do que há no amor do animal.

Amor de mãe. Um amor que nem as mais belas poesias são capazes de exemplificar. trazemos neste dia das mães um pequeno poema de meimei:

Quando o Pai Celestial precisou colocar na Terra as primeiras criancinhas, chegou à conclusão de que devia chamar alguém que soubesse perdoar infinitamente.

De alguém que não enxergasse o mal.

Que quisesse ajudar sem exigir pagamento.

Que se dispusesse a guardar os meninos, com paciência e ternura, junto do coração.

Que tivesse bastante serenidade para repetir incessantemente as pequeninas lições de cada dia.

Que pudesse velar, noites e noites, sem reclamação.

Que cantarolasse, baixinho, para adormecer os bebês que ainda não podem conversar.

Que permanecesse em casa, por amor, amparando os meninos que ainda não podem sair à rua.

Que contasse muitas histórias sobre a vida e sobre o mundo.

Que abraçasse e beijasse as crianças doentes.

Que lhes ensinasse a dar os primeiros passos, garantindo o corpo de pé.

Que os conduzisse à escola, a fim de que aprendessem a ler.

Dizem que nosso Pai do Céu permaneceu muito tempo, examinando, examinando… e, em seguida, chamou a Mulher, deu-lhe o título de Mãezinha e confiou-lhe as crianças.

For esse motivo, nossa Mãezinha é a representante do Divino Amor no mundo, ensinando-nos a ciência do perdão e do carinho, em todos os instantes de nossa jornada na Terra. Se pudermos imitá-la, nos exemplos de bondade e sacrifício que constantemente nos oferece, por certo seremos na vida preciosos auxiliares de Deus.

XAVIER, Francisco Cândido. Pai Nosso. Pelo Espírito Meimei. FEB.

Ah, mães… São sempre os anjos de Deus a nos guiar os passos do caminho difícil na ascensão moral e espiritual. Pela infinita misericórdia de Deus recebemos estes seres que ao nosso ver serão sempre angelicais. Luzes na nossa noite, a mão que nos afaga o pranto copioso das amarguras da vida! Sejamos gratos pelo dia das mães. Mães, que são o exemplo de ternura que um dia há de ser a ternura universal entre todos os irmãos de criação. Muita paz a todos! Feliz Dia das Mães!

Anúncios

Um comentário sobre “Maternidade e espiritualidade – Mensagem de dia das mães

  1. Extraordinário também o amor dos animais pelos próprios filhos e os de outras espécies, quando se tem notícia de gatas amamentando cachorrinhos e vice versa e galinhas arrumando sob as asas filhotes de cãezinhos ou patos junto com os pintinhos, o que vem comprovar, para os que duvidam, que animais têm alma, SIM, porque manifestam os atributos dela de amor, compaixão, renúncia, gratidão e devotamento, qualidades nem sempre encontradas nas mães humanas quando abandonam ou matam seus filhos. Pelo mesmo motivo bezerrinhos deveriam ser conservados ao lado de suas mães para serem nutridos por elas, assim como nós fomos, mas são apartados do seu convívio pela maldade e egoísmo humanos quando transformam bezerrinhos em baby beef, e roubam o leite que era deles, para alimentarmos nossos filhos humanos. É, tudo indica que não estamos merecendo esse Mundo de Regeneração porque na condição de alunos preguiçosos, dormimos durante a aula e viramos as costas para o Mestre.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s